Dia do Impossível

Hoje é dia das mães. É impossível falar de todas as mães que encontramos ao logo da vida. No meu caso, tive mães-tias, mães-irmãs, mães-amigas, mães-irmão, mães-amigos. Pessoas que cuidaram de mim, que me acompanharam.

A minha mãe-mãe é desse tipo de pessoa que cuida, acompanha, protege, guia. O tipo de pessoa que faz o possível e o impossível pela sua cria. Sejamos nós humanos ou não. Paty, Pingo, Cindy e Juninho, meus irmãos caninos, que o digam. Além deles, a mãe-mãe adotou dezenas de gatinhos abandonados e leva comidinha e água para eles todos os dias antes de ir trabalhar e ao voltar do trabalho. E tem quem diga que é impossível fazer alguma coisa, vejam só…

Com ela, minha mãe-mãe, aprendi a fazer o impossível. A saber que todo dia é uma vitória. Que cada pedacinho é uma conquista. Que sempre teremos dias ruins, mas que seremos mais ruins ainda e sobreviveremos. Com ela também aprendi a ironia, a gargalhada, o olhar matador.

Foto0667Meu filho mais velho, o Boris, que hoje tem 12 anos, está dodói. Mais uma vez foi preciso botar em prática esse impossível-possível.

Empréstimo, correria, sair do trabalho mais cedo, carregar no colo, segurar para cortar unha, virar o rosto na hora da agulhada, sem esquecer, no entanto, de dizer a ele o quanto o amo e de mantê-lo apertado num abraço caloroso.

Choro, todos os dias. Choro pelo fato de ele não estar em casa, por não estar deitado comigo, por não roncar na minha cara, por não reclamar quando dou as costas, por não estar aqui correndo pela casa feito um louco, não estar lambendo o seu filho…

Choro pois sua saúde está muito fragilizada. E por saber que há um limite no que posso fazer para vê-lo saudável. E esse limite chegou sexta-feira, quando tive que interná-lo.

Minha mãe-mãe me liga pra me dar força, pra dizer que tudo vai ficar bem e que logo, logo Boris estará de volta.

Eu me agarro a isso. Ele tem que voltar.

Deve ser mais ou menos isso que minha mãe-mãe sentiu quando saímos de casa. A gente torce pra dar tudo certo, pra nossa cria voltar logo, mas dependemos de algo que esta além de nós. Eu sei, mãe-mãe, agora eu entendo.

Nesse período de tensão, minhas outras mães foram surgindo. As mães-amigas que num imenso abraço virtual conseguiram acalentar meu coração e secar as muitas lágrimas que tenho derramado.

Neste domingo frio e chuvoso, acordei chorando. De saudade do colo de minha mãe-mãe, que está há quilômetros de mim, e de meu filhote, que está internado.

Mas neste domingo frio e chuvoso, recebi o melhor presente de dia das mães do mundo: meu bebê pode passar algumas horas comigo. Ele brincou e até comeu um pouquinho. E mesmo sabendo que teria que levá-lo de volta à clínica, pude abraçá-lo e dizer mais uma vez como eu o amo.

E enquanto ele estava em casa, falei com a minha mãe-mãe. Compartilhando minha alegria. E falei com minhas mães-amigas. Compartilhando essa alegria.

O presente de hoje não é só meu. É de todas e todos que estão cuidando de nós. É de todos e todas que oram, torcem, enviam energia positiva, mandam recadinhos carinhosos.

Parabéns para todas e todos nós que vivemos o dia do impossível acreditando que sempre é possível fazer alguma coisa. E obrigada por estarem todos os dias por aí. Amo vocês.

E mãe-mãe: obrigada por ter sido a melhor mãe-mãe do mundo. Por ter me ensinado que não há impossível quando queremos fazer alguma coisa. Por ser essa mulher incrível que você é, todos os dias da vida. Te amo demais mesmo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dia do Impossível

  1. bianovavida disse:

    Nana… que lindo… Por estas e por tantas outras, serei eternamente grata a Borges – ele nos uniu! Seria Borginho um mãe-gato??? Kkkk 💙🐈💙🐱💙

  2. Beatriz, com certeza! Borges é um mãe-gato ahahhaha E é verdade. A gatidade é disparado o lugar mais lindo, carinhoso e acolhedor do mundo. BJs e obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s