Quente lentidão

Um calor arrasador.
É impossível pensar. Impossível comer. O corpo só não rejeita a água.
As noites parecem curtas, o sono inquieto. Os dias longos demais, o ânimo irritadiço.
Tudo se torna imensamente chato, cansativo. Falar parece difícil.
O corpo arfante.
As leituras se tornam lentas, assim como os movimentos, a interpretação, a produção.
Nestes dias de horas quentes qualquer brisa tem um poder imenso. O corpo nu e úmido parece uma benção.
A espera da água que vem do céu é quase torturante. Mas há dias ela não chega. Parece se evaporar antes de nos brindar com seus cristais. Parece não ter mais o intuito de nos alegrar e nos proteger contra esse momento que chega, sim, a parecer uma prévia do inferno.
Dias mornos são bem vindos, mas dias sufocantes como os que temos vivido, são amedrontadores. A única coisa que brota nos confins da mente é a imagem incessante de dias de chuva e a bela lembrança dos dias cinza, que desta vez, tardam a chegar.
O ato de respirar é sufocante, como se a cada lufada de ar a pele e os pulmões se enchessem de areia, a temperatura aumentasse, a vontade de qualquer coisa se extinguisse. A compreensão das coisas se torna lenta, como os passos.
São dias que não possuem mais a beleza, a alegria. São dias pintados com a cor triste do pó. A natureza se resseca, bem como parece secar a alma diante da vermelhidão do dia.
As plantas de folhas murchas, os animais de olhar lânguido, o solo abrasador. Tudo, tudo colabora para a sensação de calor, de tédio, de sufocamento, de quase desespero.
Olhar o acúmulo de papéis, de tarefas, de tudo o que não envolva água e poucos movimentos, lembra o quão quente são esses dias. E mesmo assim, brincando na água e com poucas atividades, é impossível esquecer o verão.
E a espera pelo seu fim, pela chegada das chuvas, do outono, do inverno se intensifica. Sempre na esperança de livrar-nos da punição antecipada, do castigo que alguns julgam necessário. Afinal, há de se entender que nem todos precisam arder nessas chamas do mal.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s